PontoZurca

LATEST NEWS

DEOLINDA “Outras Histórias” edição especial com CD extra gravado ao vivo

Em abril de 2016, os Deolinda presentearam os fãs com dois concertos muito especiais, no Tivoli, em Lisboa e na Casa da Música, no Porto. Foram duas datas memoráveis, ambos com lotação esgotada, que contaram com a participação de convidados que com os Deolinda partilham a cumplicidade criativa e a admiração mútua. Motivos suficientes para terem sido captados e agora registados em CD, acompanhando, a partir de dia 2 de dezembro, o mais recente álbum da banda, “Outras Histórias”, editado inicialmente em fevereiro.

Esta será uma oportunidade para recordar as interpretações ao vivo de Manel Cruz (Ornatos Violeta), no tema “Desavindos” e de Riot (Buraka Som Sistema), numa inesperada colaboração em “A Velha e o DJ“.
Convidados também para estes dois concertos, Ana Isabel Dias e Eduardo Raon na harpa.

Ficam assim reunidos, numa só edição, os grandes sucessos dos Deolinda como “Fado Toninho“, “Movimento Perpétuo Associativo“, “Um Contra o Outro“, “Seja Agora“, ou os mais recentes “Corzinha de Verão” e “Manta para Dois“.

Gravação ao vivo Auditiv (Lisboa), PontoZurca (Porto)

Mistura Sérgio Milhano, Estúdio PontoZurca

Masterização Uwe Teichert, Elektropolis Mastering Studio, BEL

AS CRIADAS | encenação de Marco Martins

O ar é nauseante. Mas elas respiram-no.

A partir do momento em que a patroa se ausenta, a fantasia rasga-se no imaginário de duas irmãs, que se transportam para longe das suas próprias vidas, numa fuga urgente de um quotidiano miserável. Neste olhar de Marco Martins sobre o texto de Genet, o palco transforma-se num espaço de enclausuramento onde Beatriz Batarda, Sara Carinhas e Luísa Cruz exploram as diversas identidades daquelas personagens em construção.

“Repudiando as virtudes do vosso mundo, os criminosos concordam irremediavelmente em organizar um universo paralelo. Concordam em viver nele. O ar é nauseante: eles conseguem respirá-lo.” Jean Genet

AS CRIADAS
de Jean Genet
encenação Marco Martins
tradução Matilde Campilho
com Beatriz Batarda, Luísa Cruz, Sara Carinhas
cenografia F. Ribeiro
figurinos Isabel Carmona
movimento Victor Hugo Pontes
desenho de luz Nuno Meira
assistente de desenho de luz CárinGeada
sonoplastia Sérgio Milhano
direção de produção Narcisa Costa
produção Arena Ensemble
coprodução TNDM II, Teatro Viriato
M/16ascriadas_pontozurca
as_criadas_pontozurca

ALINE FRAZÃO | INSULAR Live SESSIONS

Aline Frazão apresenta o primeiro vídeo da série INSULAR Live Sessions A Prosa da Situação

letra e música: Aline Frazão

voz e guitarra: Aline Frazão
baixo: André Moreira
bateria: Miroca Paris
guitarra eléctrica: Marco Pombinho

realização: Nuno Neves/Other Features
captação áudio: Sérgio Milhano e Miguel Oliveira, nos estúdios Valentim de Carvalho
mistura áudio: Sérgio Milhano no estúdio PontoZurca
produção: Valentim de Carvalho

www.alinefrazao.com

ANA MOURA Tour | Concertos Europa

Barbican Centre esgotado marca regresso de Ana Moura aos palcos europeus

Cinco meses após esgotar o Cadogan Hall, em LondresAna Moura volta à capital internacional da música para actuar no Barbican Centre, que se encontra igualmente lotado. Este concerto, que marca o regresso de Ana Moura aos palcos europeus, é mais um dos momentos altos da tour de “Moura” – o 6º álbum de originais, editado no final de Novembro do ano passado, e que em apenas duas semanas alcançou a marca de platina, tendo atingido, em Agosto, a dupla platina. Uma digressão que já soma mais de meia centena de concertos desde o seu início, em Fevereiro, no Olympia, em Paris. Desde então, Ana Moura e os seus músicos de excepção já percorreram as principais salas de espectáculos de Portugal – entre as quais a estreia no maior recinto fechado do país, a Meo Arena – e regressaram a consagrados palcos internacionais, como o Carnegie Hall em Nova Iorque.

Finda a temporada de festivais e festas ao ar livre que marcaram o Verão em território nacional, o regresso de Ana Moura à Europa faz-se numa sala com perto de 2 mil lugares, o Barbican Centre que, com a sua programação transversal, representa um dos mais notáveis pólos culturais do Reino Unido.

Em paralelo à intensa agenda de espectáculos, a maior artista portuguesa da actualidade acaba de atingir um feito assinalável: a permanência por 200 semanas consecutivas de “Desfado“, o anterior álbum de originais, no top de vendas nacional. Desde a edição de “Moura“, os dois álbuns têm coabitado nos lugares cimeiros da tabela.

26 Set > LONDRES, Barbican UK
28 Set > BERLIM, Passionskirche ALE
29 Set > BIELSKO-BIALA, Bielskie Centrum Kultury POL
01 Out > MALMO, Malmo Live SUE
02 Out > ESTOCOLMO, Konserthuset SUE

Acompanhem-nos

Ciclo Há Música na Casa da Cerca 2ª edição

Sábado dia 24 de Setembro encerraremos as sessões dos CONCERTOS AO PÔR DO SOL do ciclo Há Música na Casa da Cerca 2016. – Centro de Arte Contemporânea em Almada

19h >> Playlist “Que músicas te inspiram?” de: DJ Glue (DJ e Produtor)
21.30h >> Concerto: Bicho do Mato

capapost_pontozurca

CONCERTOS AO PÔR DO SOL:
Medeiros/Lucas
Aline Frazão
a Jigsaw & The Great Moonshiners Band
Joana Barra Vaz
Bicho do Mato

CONCERTOS INVISÍVEIS:
Ângelo Freire | Guitarra Portuguesa
Hugo Antunes | Contrabaixo
João Barradas | Acordeão

Sob o tema da exposição anual da Casa da Cerca – “A Inspiração”, partilhámos novamente em cada Concerto ao Pôr do Sol a playlist de uma personalidade convidada. “Que músicas te inspiram?” foi o ponto de partida para conhecermos as escolhas musicais dos nossos convidados entre eles actores, artistas plásticos e músicos.

Fotografias de Florbela Salgueiro | Neuza Magalhães | Nuno Realinho | Walter Sousa

ALINE FRAZÃO | Concertos INSULAR em Outubro

Aline Frazão prepara um novo espectáculo, que conta com um elenco de luxo em todas as frentes, desde os músicos até às luzes, desde a cenografia e do som até à produção. Serão 4 bonitas noites em 4 salas belíssimas.

alinefrazaocartazout_pontozurca

Produção IM.PAR
Fotografias Fradique

“Susana” é a música que encerra o Insular. Uma das mais bonitas do cancioneiro angolano, letra e música da Tia Rosita Palma, inigualável na voz da sua irmã, Belita Palma. Num terraço de Luanda, bem no final do Cacimbo, Aline e Toty Sa’Med deram-lhe vida outra vez, tal como fizeram no disco. Ao vivo, num só take, realizado por Fradique.

TREVO lançamento álbum de estreia

A sorte cantada em português.

Chamam-se TREVO e prometem contaminar a música portuguesa de canções, no seu estado mais puro.

Letras simples e mordazes, com histórias de todos nós, onde a pop se funde com o funk, o reggae, o rock e o punk, são a fórmula da banda constituída por Gonçalo Bilé, Ivo Palitos e Ricardo Pires.

“Face meu, Face meu” é o single de apresentação do TREVO cujo disco de estreia será editado no dia 16 de Setembro, pela PontoZurca. No dia seguinte, 17 de Setembro, o Estúdio da Time Out recebe o TREVO para o concerto onde a banda dará a conhecer as doze canções que constituem o seu álbum.


Na música como em tudo na vida é preciso sorte. Gonçalo Bilé (voz e guitarra), Ivo Palitos (bateria) e Ricardo Pires (baixo) tiveram a fortuna de cruzar os seus destinos e influências musicais fazendo nascer o TREVO. Em dezembro de 2015 gravam o primeiro álbum, de autoria integral, no estúdio PontoZurca com produção de João Martins (Da Weasel) e Sérgio Milhano (Aline Frazão).

TREVO Álbum de estreia à venda 16 Setembro

Concerto de Apresentação 17 Setembro Mercado da Ribeira Estúdio Time Out

Digital_Plataformas

ALMENARA | Teatro o Bando

ALMENARA é um grande projecto com organização da Câmara Municipal de Palmela e Câmara Municipal de Lisboa/EGEAC e contempla a apresentação de 2 espectáculos que acontecem em simultâneo no dia 17 de Setembro no Castelo de Palmela e no Castelo de S. Jorge.

Em Lisboa o espectáculo ALMENARA conta com a direcção artística de Jorge Ribeiro (Companhia da Esquina) e em Palmela será João Brites (Teatro O Bando) a dirigir este grande evento que conta com a participação de mais de meia centena de participantes entre actores e músicos.

obando_almenara_pontozurca

dramaturgia e encenação JOÃO BRITES
música e direcção musical JORGE SALGUEIRO
cenografia RUI FRANCISCO
figurinos CLARA BENTO
assistência de encenação JULIANA PINHO
assistente de cinema LEVI MARTINS
desenho de luz e vídeo-mapping JOÃO CACHULO
desenho de som SÉRGIO MILHANO (PontoZurca)

ANTÓNIO e CLEÓPATRA | Festival D’ Automne à Paris

Temporada de 14 de Setembro a 8 de Outubro no Festival D’ Automne – Théâtre de la Bastille, Paris

Apresentações esgotadas

“Se dizemos um dos nomes, o outro surge de seguida. A nossa memória não consegue evocar um sem o outro. Plutarco escreveu que, a partir deles, o amor passou a ser a capacidade de ver o mundo através da sensibilidade de uma alma alheia. Misturaram amor e política e inventaram uma política do amor. São uma história de amor histórico. São um romance baseado em acontecimentos reais frequentemente romanceados. Shakespeare ergueu-lhes um monumento verbal que transformou na verdade mais verdadeira aquilo que nunca lhes aconteceu. No filme de Mankiewicz que levou a 20th Century Fox à falência, Richard Burton e Elizabeth Taylor foram o casal celuloide e real que eles nunca e sempre foram. Neste espetáculo que Tiago Rodrigues escreve e dirige, Sofia Dias e Vítor Roriz são a dupla aqui-e-agora do que eles foram ali-e-então. São e não são António e Cleópatra. São o António a ver o mundo pelos olhos da Cleópatra. E vice-versa. Sempre vice-versa. Vice-versa como regra do amor. Vice-versa como regra do teatro. Este espetáculo é ver o mundo através da sensibilidade das almas alheias de António e Cleópatra.”

texto Tiago Rodrigues com citações de António e Cleópatra de William Shakespeare (tradução de Rui Carvalho Homem)
encenação Tiago Rodrigues
cenografia Ângela Rocha
figurinos Ângela Rocha, Magda Bizarro
desenho de luz Nuno Meira
operação de som Sérgio Milhano (PontoZurca)
música excertos da banda sonora do filme Cleopatra (1963), composição de Alex North

interpretação Sofia Dias e Vítor Roriz

antonioecleopatra

ESTA É A MINHA CIDADE E EU QUERO VIVER NELA

ESTA É A MINHA CIDADE E EU QUERO VIVER NELA
criação Teatro do Vestido
direção, texto e cocriação Joana Craveiro

9 – 24 set
qua – sáb, 21h30
nas ruas de Lisboa

produção Teatro do Vestido
coprodução TNDM II
M/12

Geografias poéticas da cidade.
____________
Um manifesto poético, construído a partir das vivências do quotidiano e dos espaços da cidade. Esta é a minha cidade e eu quero viver nela é um projeto de intervenção e de questionamento que se propõe (re)descobrir Lisboa, depois de já ter mergulhado nos universos de Viseu e do Porto.

Após uma pesquisa intensiva, os intérpretes conduzem os espectadores pelas ruas, desvendando as suas memórias, ao mesmo tempo que constroem uma cidade nova. Tudo para que venham a desejar viver nela também. Uma experiência invulgar acerca da vida nas cidades.

esta-e-a-minha-cidade-e-eu-quero-viver-nela_pontozurca

Festival TODOS 2016 | Artes do Mundo em Lisboa

Criado em 2009, o TODOS-Caminhada de Culturas tem afirmado Lisboa como uma cidade empenhada no diálogo entre culturas, entre religiões e entre pessoas de diversas origens e gerações. O TODOS tem contribuído para a destruição de guetos territoriais associados à imigração, abrindo toda a cidade a todas as pessoas interessadas em nela viver e trabalhar.

Música
ORQUESTRA LATINIDADE Argentina / Brasil / Espanha / Grécia / Itália / Portugal
8 SET – 22h30
[duração 80min] M/6
Jardim do Torel – Rua Júlio de Andrade

Música
N3RDISTAN França / Marrocos
10 SET – 22h30
[duração 80min] M/6
Jardim do Torel – Rua Júlio de Andrade
N3RDISTAN_PontoZurca

Música
SAULEM’AI TOUR Bulgária / França / Mongólia
11 SET – 18h00
[duração 60min] M/3
Capela do Hospital dos Capuchos
FTODOSviolons-barbares_PontoZurca

AQUI o programa completo!

ANA MOURA Ao Vivo Meo Arena 2016 na RTP2

Transmissão de Concerto ANA MOURA Ao Vivo Meo Arena 2016 na RTP2
Gravação áudio | Nelson Carvalho
Mistura áudio | Sérgio Milhano, PontoZurca
Iluminação | Frederico Rompante, Side Effects
Vídeo | RTP
Ângelo Freire | Guitarra Portuguesa

Andre Moreira | Baixo Eléctrico
Mário Costa | Bateria
Mário Barreiros | Guitarra Eléctrica
João Gomes | Teclas
Pedro Soares | Viola
Romeu Runa | Bailarino
Sons Em Trânsito, Universal

TREVO | Concerto apresentação do álbum de estreia

Na música como em tudo na vida é preciso sorte. Gonçalo Bilé, Ivo Palitos e Ricardo Pires tiveram a fortuna de cruzar destinos musicais e influências.
O resultado é um álbum com um punhado de canções em estado puro, onde a presença das guitarras se combina com histórias que são ou já foram as nossas. Sem esconder a intenção de cruzar o rock que pisca o olho ao punk com a música tradicional, o Trevo segue no caminho de nomes como os Peste e Sida ou os Sitiados, mas com uma identidade muito própria e atual, a que se junta uma energia bem vincada no ADN. Temas como “Face Meu” entranham-se à primeira audição.
E se no fim se notar que estes três rapazes passaram muitas e boas noites da adolescência com um copo na mão a beber o som de Jorge Palma, então não é pura sorte.
Trevo nasceu agora e está pronto a colher.

Todos os detalhes para assistir ao concerto aqui!

Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa telf: 218807030 www.centroarbitragemlisboa.pt