PontoZurca

LATEST NEWS

SÍNDROME | Companhia Olga Roriz

Nova criação da Companhia Olga Roriz SÍNDROME estreia no teatro S. Luiz em Lisboa dia 30 de Junho e estará em cena até dia 2 de Julho. Apresentação dia 8 de Julho no Teatro Aveirense.

Síndrome parte de Antes que matem os Elefantes transformando-o num novo espaço, solitário e individual, envolto num ambiente de utopia como uma suspensão da realidade, em busca do que ficou esquecido, do que se perdeu.
Vive-se a verdade, as expectativas, as aspirações e desencantos. Baralham-se as convenções, e faz-se daquele lugar um outro, ou apenas um palco a existir como tal, numa relação entre o ser humano, o tempo, o espaço e a matéria. Naqueles corpos reconstroem-se os afectos, o mundo imprime-se no olhar, no rosto, no corpo e nas palavras, em direcção a outros caminhos do sentir.”

Olga Roriz
17 de maio de 2017

Intérpretes | André de Campos, Beatriz Dias, Bruno Alexandre, Bruno Alves, Carla Ribeiro, Francisco Rolo, Marta Lobato Faria
Selecção musical | Olga Roriz e João Rapozo
Espaço cénico e figurinos | Olga Roriz
Desenho de luz | Cristina Piedade
Acompanhamento dramaturgico | Sara Carinhas
Pós-produção áudio | João Rapozo
Montagem e operação de luz | João Chicó, Contrapeso
Montagem e operação de som | Sérgio Milhano / Miguel Mendes, PontoZurca

sindrome_olgaroriz2_pontozurca

HÁ MÚSICA NA CASA DA CERCA | Osso Vaidoso

Concertos ao Pôr do Sol no Parque de Escultura da Casa da Cerca, Almada

Sexta-feira 23 de Junho entrada gratuita
19h Playlist de: Cáudia Dias (Coreógrafa) – “Música para os Cinco Sentidos – Tacto”
21.30h Concerto: OSSO VAIDOSO

cartaz_individual_osso_vaidoso FINALISSIMO

Concertos ao Pôr do Sol
Realizam-se no Parque de Escultura da Casa da Cerca e convidam a disfrutar da bela vista sobre o Tejo acompanhada de música: uma playlist de um convidado; um concerto ao vivo.

vídeo: Estórias da nuvem

TCHEKA Concerto ao Pôr do Sol Maio

HÁ MÚSICA NA CASA DA CERCA | Tcheka

Depois dos concertos com Fernando Mota (instrumentista), e Jeffery Davis (vibrafone) no novo formato do programa Há Música na Casa da Cerca – Música nas Exposições, daremos início aos Concertos ao Pôr do Sol no Parque de Escultura da Casa da Cerca, Almada.

Sábado 27 de Maio entrada gratuita
19h Playlist de: Rui Roque (Chef) – “Música para os Cinco Sentidos – Paladar”
21.30h Concerto: TCHEKA

vídeos Solo Live Sessions TCHEKA aqui

cartaz_individual_tcheka FINALISSIMO 2

Música nas Exposições novo formato deste programa que se cruza com a “Obra Aberta” organizada pela Casa da Cerca, propõe a exploração de instrumentos solo, numa apresentação de improvisação e interação com uma obra, promovendo um diálogo entre as artes, desencadeando diferentes leituras, estimulando outros sentidos.

vídeo: Estórias da nuvem

A DIVINA COMÉDIA INFERNO | Teatro O bando

Estreia 11 Maio A Divina Comédia | INFERNO | Teatro O Bando

co-produção Teatro Nacional D. Maria II (oficial), Câmara Municipal de Coimbra/ Convento São Francisco e Teatro Nacional São João

de 11 MAI a 4 JUN na Sala Garrett, TNDM II – LISBOA
de 15 a 18 JUN no Teatro Carlos Alberto – PORTO
24 JUN no Convento São Francisco – COIMBRA

. . .
“Deixai toda a esperança, vós que entrais.”

O INFERNO está no meio de nós. Cá fora. Cá dentro. Questionamo-nos sobre a existência e a humanidade possíveis nos dias que hoje atravessamos. Viajamos. Abrimos as portas inferiores. Alteramos escalas e níveis de percepção. Observamos de muito longe. Vemos ao microscópio. Ouvimos as vozes. Os gritos. Os risos. Experienciamos todas as distâncias. Os medos. As penitências. Procuramos a ajustada imagem da realidade.

texto DANTE ALIGHIERI
dramaturgia e encenação JOÃO BRITES
dramatografia JOÃO BRITES e RUI FRANCISCO
cenografia RUI FRANCISCO
dramatofonia e música JORGE SALGUEIRO
figurinos e adereços CLARA BENTO
corporalidade e vídeo design STEPHAN JÜRGENS
assistência de encenação DIEGO BORGES
desenho de luz JOÃO CACHULO / CONTRAPESO
desenho de som SÉRGIO MILHANO / PONTOZURCA
direcção de fotografia ALEXANDRE NOBRE investigação histórica SUSANA MATEUS

com
ANA BRANDÃO, BRUNO BERNARDO, CAROLINA DOMINGUEZ, CATARINA CLARO, CIRILA BOSSUET, DIEGO BORGES, GUILHERME NORONHA, JOÃO GROSSO, JOÃO NECA, JOSÉ NEVES, JULIANA PINHO, LARA MATOS, LÚCIA MARIA, MANUEL COELHO, PAULA MORA, RAUL ATALAIA, RITA BRITO, RITA GONÇALVES, SARA BELO, SARA DE CASTRO e TOMÁS VARELA

Inferno_Bando_Lisboa_PontoZurca

À BOLEIA PARA HOLLYWOOD

“À Boleia para Hollywood” (no original “I Ought to be in pictures”), de Neil Simon, é a história de Libby Tucker, uma jovem que atravessa o país, de Nova Iorque para Hollywood, à procura do pai argumentista, Herb Tucker, que abandonou a família 26 anos antes.
À partida, a intenção de Libby é “entrar nos filmes” com a ajuda do pai. Herb, que Libby tem idolatrado de longe, é um escritor em bloqueio criativo, numa relação amorosa rotineira com a sua companheira, Steffy. Mas a grande surpresa de Libby é que entrar na vida do pai era tudo o que ambos precisavam. A chegada de Libby força as três personagens a enfrentarem as suas barreiras emocionais, numa luta tão bem-humorada quanto pungente.

28 e 29 de Abril – MUDAS, Madeira
13 Maio – Teatro das Figuras, Faro
18 Maio – teatro Académico Gil Vivente, Coimbra

Duração: 120 minutos, com intervalo
M/12 anos

Ficha artística e técnica:
Texto: Neil Simon
Encenação: Cucha Carvalheiro
Cenografia e Figurinos: Ana Vaz
Desenho de Luz: Paulo Graça
Banda Sonora: Rui Rebelo
Fotografia: Alípio Padilha
Design Gráfico: Sílvia Franco Santos
Operação de luz: Paulo Graça
Operação de som: Sérgio Milhano / PontoZurca
Produção executiva: Bernardo Vilhena e Nuno Pratas
Interpretação: Cláudia Vieira, João Lagarto e Sofia de Portugal
Produção: Culturproject

Hollywood_PontoZurca

HÁ MÚSICA NA CASA DA CERCA 2017

A 3ª edição do ciclo Há Música na Casa da Cerca tem início dia 11 de Março com a apresentação de Fernando Mota, na Galeria Principal da Casa, pelas 18h30.

Há Música na Casa da Cerca é um programa de música desenvolvido pela Casa da Cerca – Centro de Arte Contemporânea em parceria com a PontoZurca – editora e produtora discográfica. Realiza-se entre março e setembro em vários espaços da Casa, apresentando uma seleção musical eclética nos formatos – Concertos Invisíveis; Concertos ao Pôr-do-Sol e Música nas Exposições.

Entrada Gratuita
Classificação etária: Para todos os públicos
Casa da Cerca – Centro de Arte Contemporânea em Almada

frente_com_logos

verso_com_logos

TREVO | Quero-te mais que uma semana

Videoclip do 2º single do álbum de estreia, TREVO

Gravado e misturado no estúdio PontoZurca por João Martins e Sérgio Milhano
Masterizado no estúdio MisterMaster por Rui Dias

Vídeo Zé F. Pinheiro
Assistência técnica Hugo Folgado

Filmado no Fórum Romeu Correia, Almada

Trevo_Maisqueumasemana1_PontoZurca

ALINE FRAZÃO Sol de Novembro | Live in Tivoli BBVA

Gravado ao vivo no Tivoli BBVA, Outubro 2016. Tour Insular in Portugal by Im.par.

Concert credits
Aline Frazão vocals e guitar André Moreira bass Ana Isabel Dias harp Marco Pombinho electric guitar/piano Miroca Paris drums and percussion

Pedro Leston lights
Sérgio Milhano|PontoZurca sound
Inês Mota|Im.Par production

“Sol de Novembro” lyrics and music by Aline Frazão, in “Insular” (2015, NorteSul/Jazzhaus)

Audio recording and mix
Sérgio Milhano | PontoZurca

Image André Carrilho, José Dinis, Nuno Neves, Telmo Domingues
Edition José Dinis, Nuno Neves
Production Mariana Correia, Other Features
Executive Production Aline Frazão, Jazzhaus Records, Handshake Booking
www.alinefrazao.com

AlineFrazao_SoldeNovembro_PontoZurca AlineFrazao_Tivoli_PontoZurca

DEOLINDA | Celebram 10 anos de carreira nos Coliseus

Os Deolinda celebram uma década de canções, concertos, discos, viagens, prémios e memórias nos Coliseus, primeiro em Lisboa, a 28 de Janeiro, depois no Porto, a 4 de Fevereiro. A escrita do guião destes dez anos encontra-se actualmente no capítulo “Outras Histórias“, o último álbum de originais de onde foram retirados os singles “Corzinha de Verão” e “Manta para dois“, e ainda o tema “A velha e o DJ” que, em colaboração com Riot (Buraka Som Sistema), acentua a faceta mais festiva e a facilidade que os Deolinda têm em estabelecer um diálogo com outros estilos musicais.

Outras Histórias” acaba de ser reeditado numa edição especial que, para além do álbum, inclui o CD com os concertos de Lisboa, no Tivoli BBVA e Porto, na Casa da Música, com a participação de Manel Cruz (Ornatos Violeta) no tema “Desavindos” e ainda versões ao vivo dos grandes sucessos dos Deolinda como “Fado Toninho“, “Movimento Perpétuo Associativo“, “Um Contra o Outro” ou” Seja Agora“, entre muitos outros.

Gravação ao vivo Auditiv (Lisboa), PontoZurca (Porto)

Mistura Sérgio Milhano, Estúdio PontoZurca

Masterização Uwe Teichert, Elektropolis Mastering Studio, BEL

DEOLINDA “Outras Histórias” edição especial com CD extra gravado ao vivo

Em abril de 2016, os Deolinda presentearam os fãs com dois concertos muito especiais, no Tivoli, em Lisboa e na Casa da Música, no Porto. Foram duas datas memoráveis, ambos com lotação esgotada, que contaram com a participação de convidados que com os Deolinda partilham a cumplicidade criativa e a admiração mútua. Motivos suficientes para terem sido captados e agora registados em CD, acompanhando, a partir de dia 2 de dezembro, o mais recente álbum da banda, “Outras Histórias”, editado inicialmente em fevereiro.

Esta será uma oportunidade para recordar as interpretações ao vivo de Manel Cruz (Ornatos Violeta), no tema “Desavindos” e de Riot (Buraka Som Sistema), numa inesperada colaboração em “A Velha e o DJ“.
Convidados também para estes dois concertos, Ana Isabel Dias e Eduardo Raon na harpa.

Ficam assim reunidos, numa só edição, os grandes sucessos dos Deolinda como “Fado Toninho“, “Movimento Perpétuo Associativo“, “Um Contra o Outro“, “Seja Agora“, ou os mais recentes “Corzinha de Verão” e “Manta para Dois“.

Gravação ao vivo Auditiv (Lisboa), PontoZurca (Porto)

Mistura Sérgio Milhano, Estúdio PontoZurca

Masterização Uwe Teichert, Elektropolis Mastering Studio, BEL

AS CRIADAS | encenação de Marco Martins

O ar é nauseante. Mas elas respiram-no.

A partir do momento em que a patroa se ausenta, a fantasia rasga-se no imaginário de duas irmãs, que se transportam para longe das suas próprias vidas, numa fuga urgente de um quotidiano miserável. Neste olhar de Marco Martins sobre o texto de Genet, o palco transforma-se num espaço de enclausuramento onde Beatriz Batarda, Sara Carinhas e Luísa Cruz exploram as diversas identidades daquelas personagens em construção.

“Repudiando as virtudes do vosso mundo, os criminosos concordam irremediavelmente em organizar um universo paralelo. Concordam em viver nele. O ar é nauseante: eles conseguem respirá-lo.” Jean Genet

AS CRIADAS
de Jean Genet
encenação Marco Martins
tradução Matilde Campilho
com Beatriz Batarda, Luísa Cruz, Sara Carinhas
cenografia F. Ribeiro
figurinos Isabel Carmona
movimento Victor Hugo Pontes
desenho de luz Nuno Meira
assistente de desenho de luz CárinGeada
sonoplastia Sérgio Milhano
direção de produção Narcisa Costa
produção Arena Ensemble
coprodução TNDM II, Teatro Viriato
M/16ascriadas_pontozurca
as_criadas_pontozurca

ALINE FRAZÃO | INSULAR Live SESSIONS

Aline Frazão apresenta o primeiro vídeo da série INSULAR Live Sessions A Prosa da Situação

letra e música: Aline Frazão

voz e guitarra: Aline Frazão
baixo: André Moreira
bateria: Miroca Paris
guitarra eléctrica: Marco Pombinho

realização: Nuno Neves/Other Features
captação áudio: Sérgio Milhano e Miguel Oliveira, nos estúdios Valentim de Carvalho
mistura áudio: Sérgio Milhano no estúdio PontoZurca
produção: Valentim de Carvalho

www.alinefrazao.com

ANA MOURA Tour | Concertos Europa

Barbican Centre esgotado marca regresso de Ana Moura aos palcos europeus

Cinco meses após esgotar o Cadogan Hall, em LondresAna Moura volta à capital internacional da música para actuar no Barbican Centre, que se encontra igualmente lotado. Este concerto, que marca o regresso de Ana Moura aos palcos europeus, é mais um dos momentos altos da tour de “Moura” – o 6º álbum de originais, editado no final de Novembro do ano passado, e que em apenas duas semanas alcançou a marca de platina, tendo atingido, em Agosto, a dupla platina. Uma digressão que já soma mais de meia centena de concertos desde o seu início, em Fevereiro, no Olympia, em Paris. Desde então, Ana Moura e os seus músicos de excepção já percorreram as principais salas de espectáculos de Portugal – entre as quais a estreia no maior recinto fechado do país, a Meo Arena – e regressaram a consagrados palcos internacionais, como o Carnegie Hall em Nova Iorque.

Finda a temporada de festivais e festas ao ar livre que marcaram o Verão em território nacional, o regresso de Ana Moura à Europa faz-se numa sala com perto de 2 mil lugares, o Barbican Centre que, com a sua programação transversal, representa um dos mais notáveis pólos culturais do Reino Unido.

Em paralelo à intensa agenda de espectáculos, a maior artista portuguesa da actualidade acaba de atingir um feito assinalável: a permanência por 200 semanas consecutivas de “Desfado“, o anterior álbum de originais, no top de vendas nacional. Desde a edição de “Moura“, os dois álbuns têm coabitado nos lugares cimeiros da tabela.

26 Set > LONDRES, Barbican UK
28 Set > BERLIM, Passionskirche ALE
29 Set > BIELSKO-BIALA, Bielskie Centrum Kultury POL
01 Out > MALMO, Malmo Live SUE
02 Out > ESTOCOLMO, Konserthuset SUE

Acompanhem-nos

Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa telf: 218807030 www.centroarbitragemlisboa.pt