PontoZurca

LATEST NEWS

Francesco Valente e seu Quintetto apresenta disco “Maloca”

Liderado por Francesco Valente (Terrakota; Tora Tora BigBand; Aline Frazão; Anonima Nuvolari; Orquestra TODOS) MoFrancesco Quintetto propõe um jazz moderno, fusão com música mediterrânea, ibérica e clássica. O objectivo é juntar à linguagem universal da música jazzistica uma matriz original e arranjos que exprimam também a essência da música da terra de origem dos músicos, em particular estilos e sonoridades diferentes do Mediterrâneo.

Francesco Valente, contrabaixo
Guto Lucena, saxofone
Iuri Gaspar, piano
Johannes Krieger, trompete
Miguel Moreira, bateria

mofrancescoquintetto.bandpage.com


Música Nos Hospitais | silêncio, está a gravar

Iniciámos Outubro com a gravação de Música nos Hospitais!!

A Música nos Hospitais cria, desperta, proporciona e partilha emoções e afectos junto dos profissionais de saúde e do doente. ​
Usando a música como aliada das circunstâncias, proporciona experiências positivas em momentos negativos da hospitalização​.

Findas as gravações, o resultado:

musicanoshospitais.pt

Lar, Doce Lar

Setembro no Teatro Tivoli em Lisboa

O êxito “Lar Doce Lar” está de regresso pela quarta vez à capital para alegria dos fãs porque Joaquim Monchique e Maria Rueff juntos em palco são garantia de gargalhada. Monchique e Rueff interpretam Estela e Lurdinhas, duas amigas que co-habitam na residência Antúrios Dourados.

Mais de um ano em cena com salas esgotadas por todo o país e estrangeiro, mais de 60 mil pessoas em ovações de pé e um incomparável êxito não deixam este espectáculo terminar.

Uma produção UAU

The Soaked Lamb Vinil 7” edição limitada

Novo single I Saw the Light & Palhaços compre aqui

O circo é uma metáfora que já foi muito utilizada, mas que, cada vez mais, precisa de ser sublinhada. Neste caso, é cantada em português e intitulada Palhaços. Vivendo na corda bamba, ou dentro da jaula dos leões, sentimos a necessidade – ou urgência – de fazer com que a metáfora se tornasse uma música, e que tal como algumas coisas nos entram pela vida adentro, outras precisam de entrar pelos ouvidos adentro. Tem uma introdução de um dos protagonistas de Abril, Vasco Lourenço, que apela a todos, usando um megafone. E uma conclusão.

Esperemos que o espectáculo mude para algo novo, consentâneo com o futuro que um dia pensámos ser possível ter e que todos os dias nos roubam. Temos carteiristas de gravata a escavar os nossos bolsos, dando-nos de troco qualquer coisa como “viveis acima das vossas possibilidades”. O outro lado é uma versão de Hank Williams, I Saw The Light, que foi gravada originalmente no disco Evergreens. Tem agora um vídeo realizado pelo Manuel Portugal, que é uma maneira de ver a luz num mundo cada vez mais escuro.

45rpm SG Vinil edição de luxo 70g limitada a 250 unidades numeradas + link para download mp3 + surpresa

Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa telf: 218807030 www.centroarbitragemlisboa.pt